Visita de Malala na Rede NAMI

Na manhã de 11 de julho de 2017, Malala Yousafzai esteve na Tavares Bastos, para conhecer a #RedeNAMI, nossos projetos e conversar com meninas que já participaram dos nossos projetos sobre educação, cultura e sobre as dificuldades que enfrentam como jovens mulheres no Brasil.

A visita contou com um breve tour pelo #MuseuNAMI, que iniciou com a apresentação do graffiti de Neide Vieira: a pintura de um orixá, atualmente coberto por vasos de plantas. Andréa Bak, ex-participante do #AfroGrafiteiras e poeta, falou sobre a intolerância religiosa atrelada ao racismo como uma das formas de opressão às meninas e mulheres afro-brasileiras e recitou seu poema “Perifa Zumbi”.

20180711_AnaLuizaMarques_MalalaNaNAMI (5)

Seguindo o tour, Priscila Rooxo apresentou seu novo graffiti, trazendo a discussão sobre machismo no mundo da arte, especialmente, nas artes urbanas, destacando a importância da NAMI neste cenário.

Sandra Oli, nossa vice-presidente, falou sobre sua pintura e sobre sua experiência como oficineira do projeto #AfroGrafiteiras na Casa de Acolhida do Catete, abrigo para meninas em situação de violência.

20180711_AnaLuizaMarques_MalalaNaNAMI (22)

Dona Elizabeth, mãe de Panmela Castro, que também se tornou grafiteira, apresentou uma de suas pinturas em nosso Museu de Street Art, contando como sua persona – uma borboleta – simboliza sua transformação em uma mulher feminista.

Yaya e J.Lo Borges, da Equipe NAMI, apresentaram o projeto #AfroGrafiteiras, que, desde 2015, já formou mais de 500 mulheres nas artes urbanas e em feminismo negro em frente ao seu novo mural coletivo, que fala sobre amor e cuidado entre lésbicas.

20180711_AnaLuizaMarques_MalalaNaNAMI (59)

O Tour continuou no mural de Panmela Castro, que pintou a imagem de Malala. No mesmo muro, foi realizada uma breve oficina de stencil, na qual Malala e seus convidados puderam imprimir imagens de Maria da Penha e Marielle Franco produzidas pela artista plástica e grafiteira Simone Siss, confeccionados especialmente para a ocasião.20180711_AnaLuizaMarques_MalalaNaNAMI (63)

Após a oficina, Malala conheceu a sede da Rede NAMI e Izabela, que está participando das oficinas #AfroGrafiteiras, explicou que quis fazer um graffiti que representasse que as mulheres dominam o mundo na última atividade prática do projeto, realizada no muro da NAMI. Após a apresentação de Izabela, todo o grupo seguiu para a casa de Panmela Castro, onde Malala pôde conversar com as participantes do projeto e recebeu presentes de nossa equipe e convidadas.

20180711_AnaLuizaMarques_MalalaNaNAMI (112)

 

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s